terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Cavas

Cavas com afinco

Cavas desde menino

Um mundo deprimido



Matas

Matas com valentia

Matas desde criancinha

Uma Terra descabida



Lutas

Lutas com coragem

Lutas sem alarde

Contra a dor que te invades



Mas sentes

Sentes com fervor

Sentes sem pudor

Um irremediável amor



E nesta luta em que

Sentes, cavas,

Lutas e matas

A poesia te salva, 



Sem mais ressalvas...

12 comentários:

Andressa disse...

Sentir sem pudor é difícil, mas inevitável. Um paradoxo.

Felipe Pauluk disse...

Ufa... estava necessitado de nova poesia por aqui...sentir o aroma destas palavras
E ai, lá vem você com toda sua profundidade, irmão.
Bela Poesia

Camila Márcia disse...

Ahhh já estava com saudade dessa sua escrita que me encanta tanto.


Muito bom essa poesia...Beijim

Cáh disse...

que bom que ela te salva meu querido.



Um beijo

Cáh disse...

'aforismo'


é muito bonito, palavras dificeis para meu vocabulário pobre, como te disse.
rsrs


Beijos

Over Shock disse...

Oi aqui é a Mila do blog Devaneios Fugazes é que também sou uma das moderadoras desse blog o Over Shock e passei aqui para dizer que no Over tem um selo... Beijosss...

www.overshock.blogspot.com

Luciana B. disse...

Saudades de ver posts por aqui.
Este ficou incrivelmente belo.
Adorei o final, quando dizes que a poesia salva.
Lindo... realmente lindo!
beijo grande ;*

MAILSON FURTADO disse...

BElo post!!

Belo blog...

Parabéns!!

COnvido vc a conhecer minha poesia... Ficaria muito feliz!!! http://mailsonfurtado.com

Olga Durães disse...

as palavras me salvam.

Naty Araújo disse...

Que impacto!
Logo de início a frase falando sobre poemas e, agora, uma beleza dessas.

Adorei.
Palavras sábias!
A poesia que salva, que arrebata e que cativou-me a comentar.

Belo, tudo isso aqui.

Um grande abraço e que tenhas uma excelente semana.

Lua disse...

Salva e consola.
Muito bom o poema.

beijo!

Arianne Carla disse...

"Lutas sem alarde
Contra a dor que te invades"
Seus versos são de uma intensidade e realismo sem fim, Ralph. Seguindo, com toda certeza.